Seminário MUSEOLOGIA E CIDADE: DIÁLOGOS AUSENTES, 18 de maio de 2017

16.05.2017

MUSEOLOGIA E CIDADE: DIÁLOGOS AUSENTES

Organização: Departamento de Museologia da Universidade Lusófona.

Local: Casa dos Amigos do Minho, R. do Benformoso 244, 1100-395 Lisboa.

Data: 18 de maio de 2017.

O Seminário MUSEOLOGIA E CIDADE: DIÁLOGOS AUSENTES, a ser realizado em 18 de Maio de 2017 — Dia Internacional dos Museus — adota o princípio da multivocalidade, do respeito ao direito à voz e à escuta e pretende, a partir da auscultação e do diálogo simétrico, trazer para o âmbito da Sociomuseologia as narrativas das Associações Culturais que atuam em Lisboa e em sua área metropolitana, sobre os trabalhos que desenvolvem acerca das suas memórias, identidades e patrimónios. Cria-se assim lugares de enunciação para os diversos grupos sociais que compõem a sociedade portuguesa, mas que, na maioria das vezes, não estão representados nos seus espaços oficiais de memórias, mais especificamente em seus museus.

A par das preocupações já enunciadas, o ICOM elegeu para o 18 de maio — Dia Internacional dos Museus — o tema “Museus e histórias controversas: dizendo o indizível nos museus”. Esta proposta do ICOM destaca o papel dos museus como possíveis centros de mediação para relações mais pacíficas entre os povos. O tema nos convida à reflexão sobre formas e caminhos para debater um passado doloroso, como um primeiro passo para imaginar um futuro comum, visando a reconciliação. A escolha do indizível nos museus como tema de trabalho deste ano, convida-nos a atuar como mediadores nos traumas de histórias passadas, a garantir espaços e a respeitar o direito de voz e de escuta da pluralidade de pontos de vistas existentes e expressos, como forma de construir coletivamente uma nova visão de futuro. Propomos uma convivência mais pacífica, porém, para além da compreensão mútua, não podemos abrir mão de discutir temas tabus, de dizer o indizível nos nossos museus e espaços de memórias.

Assim, a proposta deste Seminário surge a partir da observação desses diálogos ausentes na cidade contemporânea de Lisboa, por parte de expressivos setores da Museologia. Sabemos que a cidade impõe desafios que muitas vezes passam à margem dos museus, no entanto, compreendemos que os mesmos não podem ser reféns dos seus acervos e que só a partir da construção de diálogos com os seus diversos povos e segmentos sociais, é que teremos a possibilidade de refletir e problematizar questões nevrálgicas que atingem a cidade e de fazer com que seus espaços oficiais de memórias cumpram o papel social explicitado na Recomendação Museus, Coleções, sua Diversidade e Função Social da UNESCO, lançada em 2015.

Dizer o indizível é função social dos museus.

 

Programa:

10:00 – 10:15 – Acolhimento dos Participantes. 
10:15 – 10:30 – Conferência de Abertura – DIÁLOGOS AUSENTES

Prof. Mestre Newton de Souza (UFG-Brasil – Doutorando na ULISBOA).

10:30 – 11:30 – AS ASSOCIAÇÕES E A CIDADE EM DIÁLOGOS COM AS MEMÓRIAS, IDENTIDADES E PATRIMÔNIOS QUE AS HABITAM

Associação Cultural AFROLIS - Mestra Carla Fernandes

Associação Cultural Moinho da Juventude - Mestrando Flávio Almada - LBC (ICTE)

Associação Renovar a Mouraria - Nuno Franco, mediador cultural da Mouraria

11:30 – 12:00 – Debate

 

12:00 – 14:00 – Almoço Livre

Mesa–debate – A MUSEOLOGIA, A UNIVERSIDADE E A CIDADE EM DIÁLOGOS COM QUEM AS HABITAM

14:00 – 14:20 – Sociomuseologia Métodos e Práticas em contexto urbano

Profª Doutora Judite Primo (ULHT) e Prof. Doutor. Pedro Leite (ULHT/CES-Coimbra);

14:20 – 14:40 – Artes presentes/Imagens ausentes: o poético-político deambulando pela cidade.

Doutorandas Luzia Gomes (ULHT), Vania Brayner (ULHT/Capes) e Maíra Zenun (UFG-Brasil)

14:40 – 15:00 – Exposição QUE MOURARIA(S)?

Doutorandas/os (ULHT): Cristina Lara Corrêa, Georgina Maria Augusta Benrós de Melo e Marcelo Hernâni de Teves Borges. Mestrandas (ULHT): Anna Elisa do Nascimento Zidanes e Manoela Nascimento Souza.

15:00 – 15:20 – Debate

15:20 – 15:50 – Pausa Café

16:00 – 16:30 – Visita e discussão sobre a Cartografia das Memórias da Cidade

16:30 – 17:00 – Apontamentos e Provocações Sociomuseológicas: diálogos ausentes ou construções de diálogos

Prof. Doutor Mário Moutinho (ULHT)

17:00 – 17:30 – Sessão de Encerramento

Prof. Doutor Mário Moutinho - Reitor da ULHT

Profª. Doutora Judite Primo – Coordenadora do Programa de Museologia da ULHT

Doutoranda da ULHT Luzia Gomes - Comissão Científica do Seminário.

 

 

Organizadores: Profª Doutora Judite Primo, Prof. Doutor Pedro Pereira Leite e Doutorandas Luzia Gomes e Vânia Brayner.

Galeria